Doenças do Golden Retriever

Doenças do Golden Retriever

PROBLEMAS HEREDITÁRIOS – Doenças do Golden Retriever

Filhote de Golden Retriever a venda. A maioria dos cães de todas as raças pode ter vida sadia e longa desde que sejam bem tratados não só na alimentação, afeto como também visitando regularmente um veterinário. Aqui você saberá mais sobre as Doenças do Golden Retriever.

Contudo, por melhores que sejam os cuidados ainda assim podem ser vítimas de problemas adquiridos e congênitos, assim como os seres humanos.

Estes problemas variam de doenças de pele a viróticas, de alergias ao câncer. Além destes as raças puras, fruto de considerável grau de consanguinidade podem apresentar problemas hereditários.

Golden Retriever não é exceção e infelizmente os problemas se multiplicam conforme o aumento da popularidade da raça e procriação indiscriminada. Alguns dos problemas de hereditariedade relativamente frequentes que podem ser encontrados em cães da raça Golden Retriever.

DOENÇAS OFTALMOLÓGICAS

Catarata hereditária, atrofia retiniana progressiva, entrópio e ectrópio são problemas que podem afetar a raça, sendo a catarata a mais encontrada.

As Cataratas são definidas pela opacidade dentro da lente ocular (cristalino). Pelo menos um tipo de catarata hereditária aparece em idade precoce e afeta Goldens, podendo progredir até mesmo com a perda total de visão. Existem também cataratas não hereditárias, mas é extremamente difícil diferenciar uma da outra.

Problemas de vista menos comuns atualmente, tais como Entrópio e Ectrópio (pálpebras viradas) são más formações nem sempre hereditárias que resultam numa irritação ocular acarretada pelo constante atrito dos cílios com a córnea. Uma cirurgia pode ser necessária para corrigir estes problemas, sendo um procedimento razoavelmente simples.

Exames oftalmológicos idealmente devem ser feitos anualmente por um veterinário especializado, até pelo menos os oito anos de idade, pois problemas congênitos oculares também podem se desenvolver durante os estágios de envelhecimento.

DOENÇAS DO CORAÇÃO

A doença hereditária, muito comum é a estenose aórtica. Todos os animais de procriação devem ser examinados por um cardiologista veterinário. Se um “sopro” for detectado por ausculta é necessário realizar exames adicionais como eletrocardiograma e ecocardiograma. Contudo, até mesmo quando os resultados são negativos, não se exclui a possibilidade de uma doença de coração. Algumas formas suaves hereditárias podem ser indetectáveis, exceto em autópsia.

DOENÇAS NEUROLÓGICAS

Os Retrievers em geral são mais suscetíveis a tumores. Estes costumam ocorrer em idades mais avançadas, mas também podem surgir em cães mais jovens, provenientes de fatores genéticos.

Como no caso do ser humano, os tumores podem ser benignos ou malignos. Os tumores neurológicos implicam quadros mais graves, na maioria das vezes acompanhados de convulsões e/ou alterações comportamentais do cão. Somente um veterinário especializado poderá avaliar e diagnosticar estes casos, pois requer exames e tratamentos específicos. Já as epilepsias nem sempre são hereditárias e as crises acometem o cão geralmente durante o sono ou descanso.

Os sintomas são espasmos musculares, incontinência urinária ou/e movimentos natatórios. Pode ser um quadro sem gravidade, proveniente de fatores externos (produtos químicos, por ex), porém só o veterinário terá condições de fazer essa avaliação.

DISPLASIA COXOFEMORAL E DE OMBROS

A displasia coxofemoral (DCF) tem-se destacado ao longo dos anos como a patologia mais estudada pela medicina veterinária ortopédica e disseminação congênita através de vários genes (mais de 100) mais a relação com a displasia de cotovelo são os temas dos estudos mais recentes que se concentram nos cães, sendo que as pesquisas envolvendo gatos representam apenas uma pequena parte destes estudos (Maki et al., 2000).

Histórico Inicialmente descrita por Schnelle em 1930 (Smith, 1997), a displasia coxofemoral (DCF) teve seus primeiros estudos realizados em cães da raça Pastor Alemão, sendo que 40% dos animais avaliados apresentavam a doença sendo que até então acreditava-se que sua ocorrência em gatos era rara (Schnelle 1954). Posteriormente demonstrou-se que cães de pequeno porte, gatos e outras espécies como as chinchilas também apresentam DCF (Riser, 1974).

A Articulação Displásica

A DCF é descrita como a má formação das estruturas articulares com graus variáveis de luxação, afetando machos e fêmeas em igual proporção podendo estar presente em uma ou ambas as articulações (Henricson et al., 1966). é causada por um fator poligênico recessivo (Montgomery, 2000) com lesões agravadas por fatoresambientais desfavoráveis como terrenos em declive e pisos lisos. O excesso de exercícios com sobrecarga muscular também contribui para o agravo dos sintomas (Bennett e May, 1995). A displasia é uma doença genética que causa degeneração das estruturas articulares gerando graus diversos de artrite e artrose o que causa uma grande sensibilidade dolorosa e devido à luxação que ocorre em graus variáveis, o animal pode chegar a ficar completamente paralisado.

Cuidados com a Displasia – Doenças do Golden Retriever

O primeiro passo para o desenvolvimento da artrite é uma lesão na cartilagem articular devido a uma anormalidade biomecânica por um desenvolvimento defeituoso hereditário, da articulação coxofemoral. Não é possível prever quando um cão displásico começará a apresentar sinais clínicos de claudicação devido à dor. Existem muitos fatores ambientais com a ingestão excessiva de alimentos calóricos, o nível de exercícios a que o animal é submetido e o tipo de piso em que vive são fatores que agravam a doença.

Exame Radiográfico

A incidência padrão, adotada pela OFFA (Orthopedic Foundation For Animals – EUA), para o exame radiográfico é a ventrodorsal com os membros paralelos entre si e em relação à coluna vertebral, com rotação medial de forma que as patelas se sobreponham aos sulcos trocleares (Kealy e Mcallister, 2000). Para realização deste exame é necessário o uso de sedação para proporcionar ao animal um grau de relaxamento muscular adequado, evitando assim, um posicionamento incorreto (Sommer e Griecco, 1997).

Exame Radiográfico após 24 meses!

Os animais avaliados devem ter idade mínima de 24 meses e o grau de lesão é dado através da avaliação morfológica das estruturas articulares e da mensuração do índice de Norberg (Douglas e Willianson, 1975).

Os sinais radiográficos comuns a todas as espécies são o raseamento acetabular, incongruência entre a cabeça femoral e o acetábulo com graus variáveis de luxação, deformação da cabeça e colo femoral e sinais de artrose nos casos crônicos (Kolde, 1974).

Os procedimentos de avaliação diferem um pouco, o Golden Retriever Club of América reconhece a validade de vários tipos de classificação e encoraja todos criadores de Goldens Retrievers a determinarem a saúde de conformação dos quadris para qualquer animal potencialmente procriador.

Classificação mais comumente usada no Brasil:

A – HD – sem sinais de displasia coxofemoral
B – HD +/- articulações coxofemorais próximas do normal
C – HD + displasia coxofemoral leve, discreta subluxação – ainda permitida a reprodução.
D – HD + + displasia coxofemoral moderada.
E – HD + + + displasia coxofemoral severa, subluxação evidente acompanhada de osteoartrose

Cães displásicos das classes D e E não devem ser usados para procriação, mas podem ter uma vida útil, longa e feliz. Os de classe C somente devem ser cruzados com animais de classe A ou se possível também evitar a procriação. Muitos Goldens com displasia não mostram sinais externos ou sintomas até atingirem entre 7 ou 8 anos de idade quando a tonificação muscular diminui e o uso da articulação se torna mais notável.

INFORMAÇÕES GERAIS

A Orthopedic Foundation For Animals (OFFA), uma instituição sem fins lucrativos, foi criada em 1966 para padronizar o exame radiográfico das articulações coxofemorais e de cotovelo. As radiografias avaliadas pela OFFA seguem o protocolo recomendado pela associação Americana de Medicina Veterinária. Esta análise é mundialmente aceita para detecção de displasia coxofemoral e de cotovelo sendo a OFFA a única instituição credenciada pela FCI para tal exame. Existe uma tendência mundial para que em qualquer competição ou exposição internacional seja exigido que o animal seja submetido a sua análise.

Radiação e Segurança

O exame radiográfico não apresenta riscos ao animal ou às pessoas envolvidas desde que sejam seguidas as recomendações de proteção radiológica adequadas.

Filhotes de Golden Retriever Disponíveis

O cão Golden Retriever é Amigo de todos. É conhecido por sua natureza devotada e protetora como companheiro da família. Essa raça precisa de exercícios físicos todos os dias, ele tende a ser muito agitado, e seu entusiasmo pelas coisas o distrai facilmente durante o treino. Porém, ele adora agradar seus donos e adora aprender coisas novas – sendo muito inteligente também. Fique por dentro das novidades do Canil Goldem Premier, temos Filhotes de Golden Retriever microchipados, com pedigree e tratados com muito amor.

A Raça Golden Retriever

A raça Golden Retriever foi criada originalmente na Escócia, em meados do século 19. Nessa época, a caça de aves selvagens era um esporte muito popular entre os aristocratas escoceses, porém os cães que acompanhavam os caçadores durante as caçadas não eram considerados aptos para recuperar a caça abatida em água e em terra. Como o esporte era praticado em regiões pantanosas, cercadas por rios e lagos, os cães deveriam demonstrar aptidão para recuperar a caça tanto em terra quanto na água.

Para você ter o seu filhote Golden Retriever , somos um Canil. Possuímos um plantel somente da raça Golden Retriever com a mais alta qualidade e genética encontrado hoje no Brasil, pois assim conseguimos oferecer a todos o que há de melhor em todos os sentidos.

Nosso Canil

Contamos com um espaço amplo e confortável para que os nossos Goldens sejam criados com o que há de melhor em conforto e espaço. Possuímos uma área de 75 mil metros de área verde, com construções adequadas para as necessidades dos nossos cães, Pet Care para embelezamento de nossos cães, pistas de treinamentos e exercícios físicos, piscina, centro cirúrgico devidamente equipado, sala de ração dentro dos padrões exigidos pela Vigilância Sanitária e assistência veterinária 24 horas.

Com toda essa estrutura, podemos atender a todos os nossos clientes que desejarem ter um filhote lindo e saudável da raça Golden Retriever : o único com Selo de Qualidade Golden Premier.

Nossa Estrutura conta com amplas maternidades, com: camas próprias para parto, Esterilizadas Diariamente, Todas com Controle de Temperatura 24 horas, Colchões Aquecidos, Sala de descanso para as mamães, Bebedouros Automáticos, Monitoramento 24 horas com Câmeras de Segurança e Funcionários dia e noite; além de Centro Cirúrgico próprio para que nossos Cães e Filhotes de Golden Retriever tenham o melhor e mais exclusivo atendimento.

O Canil Golden Premier possui um centro cirúrgico amplamente equipado para que possamos oferecer um serviço de qualidade com tecnologia de ponta com Veterinários 24 horas.

Nosso Centro Cirúrgico está equipado com:

– Auto Clave para esterilização
– Câmara para armazenagem de vacinas
– Berço aquecido
– Incubadora
– Cilindro de oxigênio
– Anestesia
– Ultrassom para Acompanhamento dos Filhotes durante a Gestação
– Ar condicionado
– Mesa Cirúrgica
– Foco Cirúrgico
– Farmácia
– Balança Eletrônica para controle de Peso das mamães e dos filhotes

Golden Premier Pet Resort

Depois de muito trabalho, planejamento e dedicação total, inauguramos no dia 12/10/2016 o Golden Premier Premium Pet Resort!

A ideia de abrir um Resort para cães em Santo André surgiu dos diversos pedidos de clientes do Canil Golden Premier. A estrutura ímpar do Canil somada aos cuidados e carinho com os cães e filhotes de Golden Retriever.

Buscamos trazer inovação e alta qualidade em cada trabalho que realizamos, fizemos isto com o Canil Golden Premier e agora com nosso Golden Premier Premium Pet Resort. É com muito orgulho, que hoje podemos dizer que um cãozinho não é apenas um animal de estimação e sim um “filho com pelos”, um membro da família, amado, respeitado, cuidado com todo amor e carinho pelo seu dono, desta forma, pensamos com muito zelo no que poderíamos oferecer para que seus pets se sentissem em casa e ao mesmo tempo, aproveitassem a companhia de seus novos amigos.

Além disso, criamos um ambiente especial com filhotes de Golden Retriever disponíveis para venda, onde todos se apaixonam e se divertem assistindo suas brincadeiras.

A ideia e os conhecimentos vieram da experiência com nossos cães; a estrutura foi planejada de acordo com cada detalhe que nós criadores conhecemos como ninguém.

Em nossa inauguração recebemos mais de 1.000 adultos e 600 crianças que puderam conhecer nossa estrutura, visitar e interagir com nossa exposição de filhotes de Golden Retriever. A alegria de todos e o brilho no olhar das crianças quando abraçavam os filhotes foi sem dúvida nosso maior presente.

INTELIGÊNCIA E ÍNDOLE DE GOLDENS RETRIEVER

Destaca-se como uma das raças mais obedientes e dispostas a servir o homem. Não é por acaso que o livro “The Intelligence of Dogs”, de Stanley Coren, o cita como a quarta raça mais adestrável para obediência, entre as 133 analisadas.

Muito observador, associa causa e consequências e tem facilidade para compreender o que queremos dele. Manso e de boa índole faz amizade com todos, sendo afetuoso com estranhos, outros cães e até mesmo com gatos. Silencioso, só late eventualmente para dar o alarme caso escute algum ruído estranho.

CAPACIDADE DE ADAPTAÇÃO DOS GOLDEN RETRIEVER

Golden Retriever se adapta ao estilo de vida do dono com grande facilidade, inclusive a locais pequenos, como apartamentos. Em grandes centros urbanos como Buenos Aires, São Paulo, Rio de Janeiro aparece vivendo em apartamentos com grande frequência com ótima adaptação. Em casa procura a proximidade dos familiares, porém sem ficar solicitando atenção o tempo todo.

Consideramos que o contato do dono, o carinho e a atenção, ao lado de passeios diários são fatores críticos para o sucesso da adaptação do Golden à vida de apartamento nas cidades. Deita-se num canto e intercala a observação atenta do movimento ao seu redor com breves cochilos. Mescla a esse lado tranquilo outro, cheio de vida, e assim acompanha o ritmo do momento.

Disposto à atividade e com uma resistência física de dar inveja aos atletas, adora acompanhar em longos passeios. Não pode ver um lago, mar ou piscina sem entrar, sendo exímio nadador.

Extremamente paciente com as crianças, é um perfeito “tio”. Aguenta as brincadeiras mais estabanadas sem perder o bom humor.

Outra prova das excepcionais qualidades do Golden Retriever é fazer parte do seleto grupo de raças caninas indicadas para as complexas tarefas de guia de cegos, auxiliar na terapia a doentes físicos e mentais, resgate de desaparecidos entre outras.

Preço de Filhotes de Golden Retriever

Consulte nossa equipe pelo WhatsApp, Telefone ou E-mail para saber os preços dos nossos filhotes de Golden Retriever.